Top-ads

Instagram

Hoje não é mais a mulher que compra roupa pro marido - entrevista exclusiva com Alexandre Herchcovitch

By | 07:30 Leave a Comment

Ontem a noite rolou uma palestra com Alexandre Herchcovitch no Senac aqui de Piracicaba e o blog Cabide Masculino foi convidado para uma coletiva de imprensa.

Imaginem qual foi a minha surpresa ao descobrir que o Alexandre, ao invés da coletiva, resolveu conversar pessoalmente com cada um dos veículos? Pois foi assim que conseguimos um bate-papo super bacana com o renomado estilista, por quem eu sou apaixonado pelo trabalho desde a adolescência. Foi uma experiência incrível entrevistar alguém que é referência da moda brasileira no mundo!

Confiram tudo o que a gente conversou: 

Cabide Masculino - Qual é a influência da internet na moda?
Alexandre Herchcovitch - A internet tem o papel de tornar a informação pública. A informação pra mais pessoas.  Mas como é muito simples você abrir um blog ou alguma coisa do gênero e é muito simples você escrever - é só você ter um espaço - eu acho que daí tem que ter um discernimento, no que escrever e quem seguir, porque você encontra as vezes pessoas que não entendem do que estão falando, da história daquele assunto que está escrevendo no blog, aí a gente vê um monte de coisa, um monte de absurdo (risos).



CM - E todo dia rola um blog novo, um site novo de look do dia, streetwear...
AH - É, na verdade é. Qualquer um pode ter um blog, qualquer um pode abrir um site, e acho que por um lado é muito legal essa possibilidade de você conseguir se expressar através da internet. Antigamente você só tinha isso se você imprimisse um jornal, imprimisse uma revista, fizesse um livro, então também é "perigoso e legal".

CM - Aproveitando esse gancho, a gente vê que esses sites acabam sendo referência, como o Lookbook.nu, por exemplo...
AH - Lookbook é o que, um site?



CM - É um site onde várias pessoas podem postar seus looks em seus perfis, e as pessoas "hypam/curtem" ou não. É uma rede social voltada pra postagem de looks.
AH - Ah, tá.

CM - A partir daí, eu gostaria de saber de onde você tira suas referências pra criar, pois o interessante que eu acho no seu trabalho é que você se reinventa, mas sempre com algo do seu histórico de trabalho. A gente olha e sabe que é o Alexandre, só que diferente, novo.
AH - É, isso é uma característica da maneira que eu decidi trabalhar. Então eu não tenho sempre as mesmas referências, né... minhas referências mudam muito, porém a gente respeita muito o histórico da marca e as características que eu construi. Então, as referências variam muito, mudam, e você percebe claramente de uma coleção pra outra que a cara da coleção muda, só que a essência, o DNA da marca e as características dela permanecem as mesmas.

CM - Legal. E a última pergunta é sobre a moda masculina. A gente vê que tem muitos homens atualmente que estão se interessando por moda, prova disso são os vários blogs de moda masculina. O que você acha disso? É uma impressão ou uma verdade?
AH - Não, isso é uma verdade! Os homens do Brasil em geral gostam muito de moda, é um assunto que o brasileiro gosta, e o homem passou a se preocupar mais um pouco. Acho que tem uma mudança de consumo clara, que não é mais a mulher que compra roupa pro marido, que compra roupa pro filho, acho que agora eles estão indo nas lojas e comprando. Isso faz uma grande diferença. Você acaba indo pra loja e comprando aquilo que você escolheu, e não aquilo que a sua mulher escolheu.

E aí, curtiu a entrevista? Foi coisa rápida, 3 perguntas por veículo, mas ele atendeu a gente super bem, foi super gentil e bacana.

Ah, ainda não acabou!  Em outra postagem eu vou colocar trechos do que rolou na palestra, que foi um passeio incrível sobre a profissão de estilista.


Gostaríamos de agradecer e parabenizar o Senac Piracicaba pela programação maravilhosa voltada à moda e pela oportunidade incrível de ouvir e aprender com grandes nomes da moda brasileira! 


fotos: Juliana Ferraz

Alexandre Herchcovitch

Biografia 

Alexandre Herchcovitch nasceu e cresceu na metrópole de São Paulo, no seio da comunidade judaica ortodoxa paulistana.
Seu contato com o mundo da moda começou desde cedo em sua vida, com o convívio com sua mãe Regina, que o ensinou princípios básicos de costura. Aos dez anos, dava palpites sobre as roupas que a mãe, dona de uma pequena confecção de lingeries, vestia. Com a ajuda da mãe, aprendeu a trabalhar os ofícios da costura, trabalhando com a tesoura, agulha e linha.
Em 1993, aos 22 anos, Herchcovitch concluiu a faculdade de Moda, na Faculdade Santa Marcelina, e obteve sucesso em seu desfile de formatura.
Além da moda, o estilista é um personagem da noite paulistana. Atua como DJ em diversas festas no Brasil (destancando os clubs D-Edge - noite On The Rocks, Glória - noite Alelux, Ultralounge - noite Delight), tocando hits dos anos 80 e 90. Fez pequenas aparições na TV, como uma pequena participação na novela da TV Globo "Desejos de Mulher", em 2002 e na série "Garota Fantástica", do Fantástico, em 2009. Em 2010, apareceu em programas de moda na MTV, e virou jurado do Garota Fantastica.

Moda, estilo e design

Sua trajetória na moda brasileira foi construída em pouco mais de dez anos de carreira, sendo que a marca e o estilista Alexandre Herchcovitch obtiveram uma grande repercusão e reputação no mundo da moda brasileira e internacional.
O estilista paulistano Alexandre Herchcovitch cria anualmente 4 coleções para a própria marca, criações de produtos licenciados para diversas empresas, desfila suas coleções na Semana da Moda - 7th on Sixth, em Nova York, e duas vezes por ano no São Paulo Fashion Week.
Ele tem 4 lojas no Brasil e uma loja no Japão, além da loja virtual.

Em 2002, Herchcovitch assumiu a direção de criação da Cori, com a missão de rejuvenescer a clássica grife, que, com uma nova cara, ingressou no São Paulo Fashion Week.
O estilista assumiu em 2006 a direção da Faculdade de Moda da FMU, em São Paulo. E ainda lançou recentemente um concurso de modelos, na tentativa encontrar alguém que representasse a "beleza brasileira".
Isso tudo sem contar a diversidade de produtos que tem criado em parceria com grandes marcas: calçados para a Democrata, jóias para a Dryzun, meias e cuecas para a Lupo, fundos de tela de telefones celulares para a Motorola, sandálias para a Melissa, cadernos para a Tilibra, Óculos para a grife brasileira Chilli Beans. Uma dessas parcerias, com a Hello Kitty, chamou a atenção da cantora Björk, que saiu na revista francesa Art Actuel em 2003, vestindo uma camiseta com a estampa de Carmen Miranda.

Herchcovitch também trabalhou na Zoomp e na Ellus. Atualmente, tem quatro lojas próprias, desenha modelos exclusivos em seu ateliê, exporta a linha jeanswear para os Estados Unidos e Reino Unido.
Em Outubro de 2007, estreou como jurado do programa Brazil's Next Top Model do canal a cabo Sony. No programa, ele concedia dicas de moda e julgava as aspirantes a modelo.
Alexandre Herchovich também criou os uniformes do Mc Donald's Brasil em 2006.

No final de 2007, Herchcovitch encerrou seu contrato com a Cori e voltou para a Zoomp, apresentando sua coleção de reestréia no SPFW outono inverno 2008. Herchcovitch é hoje diretor de criação do SENAC.
Em 2011, trabalha como mentor no programa Projeto Fashion transmitido no Brasil pelo canal aberto Band.
Atualmente é um dos curadores da categoria Ideia do Movimento HotSpot1 .

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Copyright Cabide Masculino 2012. Tecnologia do Blogger.

Follow by Email